quarta-feira, 14 de março de 2012

Apostilas teológicas - GEOGRAFIA BÍBLICA

 

GEOGRAFIA BÍBLICA

INTRODUÇÃO:
                                   1 - VALOR DO ESTUDO DE GEOGRAFIA BÍBLICA:
                                   a) É o estudo que faz a bíblia mais viva e real.
                                   b) É o estudo que lança luz sobre a história bíblica, pois sem uma compreensão geográfica, os fatos  da história  se tornam obscuros e, as vezes, incompreensíveis.
                                   c) É o estudo que produz  disciplina mental,  pois  
em sentido real a geografia é uma ciência exata.
                                   d) É um estudo de valia, pois é uma contribuição pedagógica no ensino dos outros.

                                   2 - DEFINIÇÕES:
                                   a) Geografia é a ciência da superfície da terra.
                                   b) A geografia bíblica é a ciência das terras identificadas com a história da Bíblia.
         
                                   3 - ESPÉCIES VARIAS DE GEOGRAFIA:
               a) GEOGRAFIA FÍSICA: Trata da extensão e forma dos continentes, Oceanos montanhas, rios etc; e pode também,  incluir clima e produtos.
               b) GEOGRAFIA COMPARATIVA: Pode ser uma  comparação entre terras tão diferentes como o Brasil e o Japão.
               c) GEOGRAFIA MISSIONÁRIA: É  o  estudo relacionado com as palavras de Jesus em At. 1:8.

                                   I - A GEOGRAFIA DO MUNDO DO VELHO TESTAMENTO:
               1 - LOCAÇÃO E EXTENSÃO: Cobria boa parte do sudeste da Ásia e nordeste da África, e sua extensão era mais ou menos metade da área do Brasil.
               2 - AS BANDAS MAIS ANTIGAS DA GEOGRAFIA BÍBLICA: Isto tem referência a Gn. 2:10-14 e ao Jardim do Éden com seus  quatro rios: Pison, Giom, Tigre e Eufrates. As terras mencionadas  - Havilá, Cuxo e Assíria provocam interesses mormente quando estudam as divisões dos filhos de Noé em Gn. 10, pois a antiga terra de Cuxe é que deu nome ao primeiro dos 4 filhos de Cão, e o nome parece depois identificado com a África cf. Gn. 10:6,7; I Co 1:8-10; Is. 11:11; 43:3 (Etiópia); Cr. 9:1-12 cf. Mt. 12:42. O rio  Eufrates, outros sim merece atenção, pois aparece outra vez no fim da  história Bíblica e em circunstancias momentosas cf. Ap. 9:14: 16:12.

                                   3 - OS SETE MARES DO VELHO TESTAMENTO:
                                   1 - O MAR NEGRO: Antigamente  o Mar Asquenaz  cuja parte do sul banha a Ásia menor, e realmente pertence a geografia do V.T. Situa-se atualmente ao sul da Rússia européia e ao  norte da Turquia. Nos dias do mundo antigo "as ilhas das naç¨es das suas terras..." Gn. 10:15 e muitas vezes simplesmente, "as ilhas..." Sl. 72:10; 97:1; Is. 42:4,10 Sf. 2:11, ficavam ao lado Ocidental do  Mar Negro.
               2 - O MAR CÁSPIO: Localizado  na  região  nordeste do mundo antigo ao sudeste da Rússia européia da atualidade.
               3 - GOLFO PÉRSICO:  Que  fica ao sudeste do  mundo antigo e, atualmente separa a Arábia Saudita do Irã. O desejo insano do Imperador Guilherme da Alemanha para estender o seu Império  até o Golfo foi que serviu como uma das causas  da  primeira guerra mundial(1914-1919).
               4 - MAR VERMELHO: Situado ao sudeste do mundo  antigo. Conserva seu nome até o dia de hoje. Apenas dois braços superiores que formavam a Península do Sinai é que pertencem ao mundo Bíblico. Ex. 13:18; 14:26-31; I Reis 9:26; At. 7:36; Heb. 11:29.
               5 - O MAR MORTO: Chamado  também de Mar de  Arabá, Mar  de Campina do Jordão e Mar  Salgado (Gn, 13:10;  14:3; Is. 3:16; 15:2). Fica dentro da terra da Palestina, ao sul e ao norte do braço oriental do Mar Vermelho. Até hoje as suas águas tem fama devido aos ricos depósitos de fosfatos que produzem uma salinidade fora do comum. Aliás, tal condição faz da região uma das mais ricas do  mundo  atual. As cidades de Sodoma e Gomorra se  situavam  ao lado oriental do Mar Morto. Gn. 13:10.
               6 - O MAR DA GALILÉIA: Fica cerca de 90 Km ao norte do Mar Morto e é chamado também de Quinerete (Num. 34:11)  Genesaré Lc. 5:1 e Tiberíades Jo. 6:1.
               7 - O MAR MEDITERRÂNEO: Também chamado de Mar Ocidental Dt. 11:24;34:2, e o Grande Mar Js. 1:4; 9:1; Dn. 7:2.O único grande mar conhecido dos hebreus já que os grandes oceanos dos nossos dias lhes eram desconhecidos. Torna-se importante na  história bíblica devido o seu significado dentro do quadro profético da  Bíblia  Dn. 7:2 e mais especificamente pelas  experiências  de dois vultos bíblicos: Jonas e Paulo, um do V.T. e outro do  N.T.. Cada um recebeu uma chamada para a obra missionária: cada um devia deixar a sua terra para entregar a sua mensagem em terras estrangeiras; cada um na sua viagem missionária sofreu as intempéries do marcada um recebeu a consideração dos marinheiros; um estava fora da  vontade de Deus e outro DENTRO dela, o que quer dizer que  as circunstância  nem sempre servem como prova incompatibilidade  do crente quanto a vontade de Deus.

                                   4 - AS GRANDES SERRAS DO VELHO TESTAMENTO:

                                   A) CORDILHEIRA DO ARARAT: Gn. 8:4. É o núcleo  de todo sistema montanhoso do mundo do V.T., e fica na região do norte, estende-se do Leste ao Oeste. Dela emanam três grandes rios e 4 das Serras do Velho Testamento.
                                   B) SERRA CÁSPIO: que se estende de Ararat em sentido oriental, e passando pelo sul do Mar Cáspio.
                                   C) SERRA DE ZEGRO OU PUSCHT:  Que  se  estende  de Ararat tem direção sudeste, passando pela costa ocidental do Golfo Pérsico.
                                   D) SERRA LIBANESA OU DO LÍBANO: Dn. 3:25 que vai em direção ao sudeste e passa pela costa oriental do Mar  Mediterrâneo. Famosa pela existência do Pico do Líbano e os cedros  formosos que lá se encontram. Jz. 3:3; II Rs. 14:9; II Cr. 25:18.
                                   E) SERRA TAUROS: que  de Ararat segue em  direção Oeste e vai a costa Norte do Mar Mediterrâneo. Tarso, cidade  natal de Paulo fica ao pé dela.
                                   F) PICOS OU MONTES DE DESTAQUE:

                                   1 - MONTE ARARAT: Gn. 8:4. Fica ao leste da Cordilheira  e foi onde descansou a arca de Noé.  Tem  aproximadamente 5.650m de altura e fica coberto de neve. Há alguns anos um aviador que  desviou sua rota ao passar por cima, viu a formação dum  gigantesco navio cercado de neve, porém o governo soviético não permitiu uma investigação por parte de estrangeiros.
                                   2 - MONTE SINAI: Ex. 19:19,20; At. 7:38 local que fumegava  pela presença de Deus e onde Moisés recebeu as tábuas  da lei.
                                   5 - OS GRANDES RIOS DO VELHO TESTAMENTO:
                                   a) O ARAXES:  que embora por nome não aparece na Bíblia, forma a divisa norte do Velho Testamento e desliza em direção leste para desembocar no Mar Cáspio
                                   b) O TIGRE: que nasce na cordilheira de Ararat  e corre em direção sudoeste pela descida da Serra do Zagro,  desembocando no Golfo Pérsico.
                                   c) EUFRATES: que  é o rio mais famoso do mundo  do V.T. dado sua história é que terá preeminência ainda nos  últimos tempos pelo que diz o livro de Apocalipse 9:14; 16:12. Nasce também na Cordilheira de Ararat e desemboca no Golfo Pérsico.
                                   d) O JORDÃO: Único rio de importância na  Palestina. Gn. 13:10 Js. 3:14-17.
                                   e) O NILO: grande rio do mundo do A.T. na  África. Corre em direção norte, e desemboca no Mar Mediterrâneo.
                                   6 - PAÍSES IMPORTANTES DO VELHO TESTAMENTO:
A)  NA DIVISÃO ORIENTAL:
                                   1 - ARMÊNIA: Fica na região nordeste da divisão. Vai por  outros nomes, tais como Togarma (Ez. 27:14) e Ararat (II  Rs. 19:37; Gn. 8:5; Ts. 37:38).Foi uma terra freqüentemente invadida e as vezes, gozou independência. No ano 276 A.D. seu rei se converteu ao  cristianismo, e isto, durante séculos seguintes, resultou  em horrível  perseguição da parte dos islamitas. Hoje em dia  é  uma das Repúblicas da URSS.
                                   2 - MÉDIA: Fica a sudoeste do Mar Cáspio. No ano 711 A.C. fez-se República, e em 560 A.C. uniu-se à Pérsia. Hoje em dia faz parte do reino do Irã cujo chefe é o Xá(antigo chefe da  Pérsia).
                                   3 - PÉRSIA: Fica ao sudoeste da Média e ao noroeste do Golfo Pérsico. Na união da Pérsia com a Média no sexto  século A.C. conquistaram todo o mundo do V.T.(Ed. 1:2; Est. 1:3).

                                   B) NA DIVISÃO CENTRAL:
                                   1 - ASSÍRIA: Localizada entre a Serra do Zargo e  o Rio Tigre na região nordeste da Planície central. Sempre populada por habitantes ferozes, cruéis e guerreiros, no século nono  A.C. vários reis de Israel lhes pagavam tributos. Exemplos: o rei Salmoneser, no ano 721 A.C. o rei Senaqueribe capturou as cidades fortificadas de Judá, porém não tomou Jerusalém(II Rs. 18:19).Durante cinco séculos (do 10º ao 6º)a Assíria era o poder dominante do mundo do V.T..
                                   2 - ELÃO: Fica  no  sudeste  do Assíria.  O rei do Elão  foi  um dos quatro reis que capturaram Sodoma e  que  foram derrotados  por Abraão(veja Gn. 14:1 e At. 2:9) A sua  destruição foi predita por Jeremias e Ezequiel(Jer. 49:34-38, 39; Ez. 32:24-25).
                                   3 - MESOPOTÂMIA: Ocupava a região superior do  vale que separava os rios sudoeste da Assíria. Era uma terra fértil  de 1.200 por 450 Km isto é uma área um pouco menor que o tamanho  do Estado de São Paulo. Foi conquistada e dirigida sucessivamente por todos os grandes impérios da antigüidade e atualmente, faz  parte do Iraque onde há poços riquíssimos de petróleo na região da  antiga cidade de Nínive.
                                   4 - BABILÔNIA: Situava-se ao sudeste da  Mesopotâmia.  Também conhecida por Sinear (Gn. 11:2). No N.T. é chamada  de Caldéia, no  entanto a Caldéia era realmente a parte sul da  velha Babilônia onde o sistema cuneiforme de escrita foi inventado. Ainda cedo no sexto século A.C. a Babilônia se tornou império  dominante sob o rei Nabucodonosor que destruiu Jerusalém cerca de 587 A.C. e foi ele quem levou Judá para o cativeiro onde ficou 70 anos (I Cor. 36:14-21). Daniel e Ezequiel profetizaram na Babilônia.
                                   5 - O DESERTO DA ARÁBIA: Localizado no sudoeste do Eufrates e ao lado leste de Canaã era habitado por tribos nômade. Haviam diversas rotas de caravanas atravessando este deserto.

                                   C) TERRAS DA DIVISÃO SUDOESTE:
                                   1 - SÍRIA: Estendia-se  desde  o  Eufrates no nordeste à Canaã no sul. Foi conquistada por Davi em 1040 A.C.(II Sm. 4:6),  porém no reino de Salomão, foi conquistada pelos  Sírios(I Rs. 11:23-25). A história moderna da Síria começou pela conquista que  os turcos realizaram em 1917 e que durou até 1918 quando  os aliados  os derrotaram. Atualmente a Síria é uma república e  tem aproximação com a União da República Arábia do Egito. Continua  a sua odiosa perseguição a Israel.
                                   2 - FENÍCIA: Uma neguinha de terras entre as montanhas do Líbano e o Mar Mediterrâneo. Tinha extensão de aproximada mente 189 Km em direção sul passando pelo Monte Carmelo, e a  sua largura era de apenas 30 Km. Suas cidades principais eram Tiro  e Sido, e o seu povo era marítimo e negociante. Davi e Salomão mantinham relações amigáveis com os Fenícios(I Rs. 6:1). Sua religião  era cruel, sensual e idólatra. essa faixa de terra faz  parte da Terra Prometida a Israel, mas jamais foi possuída(Js. 13:4-8).
                                   3 - CANAÃ: Situada  ao sul  da Fenícia e Síria. Em tempos  remotos era povoada por uma raça de gigantes, alguns  dos quais ainda viviam nos tempos do rei Davi. Foram, porém, suplantados pelas sete naç¨es que possuíam a terra nos dias de Josué (Dt. 7:1). Havia moradores em Canaã quando Abraão chegou lá(Gn. 12:5,6).Possuíam cidades bem construídas mas a sua vida moral era corrompida
                                   4 - EGITO: País que ocupava o canto nordestino  da África. Foi visitado por Abraão(Gn. 12:1-20); outrossim por José e Jacó(Gn. 46:5,6). Era chamada também terra de Cão(Sl. 105:23,27).

     7 - CIDADES IMPORTANTES DO MUNDO DO VELHO TESTAMENTO:
                                   a) UR: Situada na margem sul do baixo Eufrates, era a  morada primitiva de Abraão(Gn. 11:27-31). Foi em Ur  que  Deus lhe apareceu (At. 7:2-4).O nome da cidade na atualidade é Mugier, e fica cerca de 10 km ao sul do atual rio Eufrates, originalmente porto do mar, era a cidade de grande comércio e grande erudição e cultura. Pelas  escavações arqueológicas ora em andamento  existem provas de sua proximidade do Jardim do Éden. Era cidade  notoriamente idólatra (Jr. 24:2,14).                                                                                    
            b)  BABILÔNIA: Situada a cerca de 320 km a noroeste  de  Ur, entre  o rio Eufrates. Fundada por Ninrode  aproximadamente  2.230 A.C., a Babilônia antiga tinha forma quadrangular e segundo Heródoto,  narrador grego, ocupava uma área de mais ou menos  320  km quadrados. As  muralhas da cidade eram duplas, havendo  um  espaço que  as  separava onde não era permitido  construções. A  grossura dessa muralha era tal que havia uma estrada elevada capaz de  caber dois carros de guerra, cada um puxado por dois cavalos. Porém as mais formosas muralhas da cidade cercavam o palácio de Nabucodonozor quando este reconstruiu a cidade. Hoje em dia a  Babilônia está  reduzida a diversos montões altos e, ao lado, destes  a  vila Hilá com 10.000 habitantes que está ligada a Bagdá por estrada de ferro e que fica a uns 113 km ao norte.                                           c) NíNIVE: Segundo Gn. 10: 11; foi uma das cidades mais  antigas  da Assíria. Ficava a margem oriental  do rio Tigre. Era  a capital da Assíria. Foi visitada pelo profeta Jonas (Jn. 3:3) quando  houve  um avivamento espiritual. Porém mais tarde no  ano  600 A.C.  foi destruída. A sua circunferência era de 86 km, e  possuía muros de uma altura de 30 metros com uma largura suficiente  para permitir a passagem de três carruagens juntas. Nesta época de  Jonas a população era de mais ou menos 500.000 habitantes.                      
            d) HARÃ:  Segundo lar de Abraão (Gn. 11:31), se  situava na Mesopotâmia, uns 965 km ao noroeste de Ur. Terá, pai de  Abraão ,quando  este tinha 75 anos, morreu em Harã e daí  Abraão  seguiu para Canaã.                                                                    
            e) DAMASCO: Localizada na parte sul da Síria. Já era  cidade velha  quando Abraão a visitou e, provavelmente, é a cidade  mais antiga do mundo sem quebra de existência.                                  
            f) TIRO: Capital da Fenícia, era a cidade marítima e  comercial na costa do Mar Mediterrâneo. Foi destruída por Nabucodonozor segundo as profecias de Az. 26:7-15;27;28:19.                                  
            g)   SIQUÉM:  Fica  em  linda  localização  no   centro   da Palestina. Era   a   primeira  cidade  de   Canaã   visitada   por Abraão(Gn. 12:6,7).Era uma das cidades de refúgio, e José foi  enterrado  nela (Js. 24: 32).Seu nome moderno e Nablus e os  poucos samaritanos que existem ali observam a páscoa no monte Gerizim.   
            h)  SAMARIA :Fica uns 10 km ao norte de Siquém e foi  capital da  antiga Samaria, construída por Ousí rei de Israel (I  Rs.  16: 23,24)  em cerca de 925 A.C. Os assírios a cercaram e  destruíram em 721 - 722 A.C.(II Rs. 18: 9 - 12).                         
            i) BETEL: Situada uns 19 km ao norte de Jerusalém foi o  local onde Abraão construiu um altar (Gn. 12:8).O seu nome significa "CASA DE DEUS" e era outrossim, onde Jacó fizera seu conhecido voto (Gn. 28:19;22).Na época dos Juízes era uma cidade santa,  porém nos dias do rei Jeroboão I tornou-se o centro da idolatria (I Rs. 12:28- 30).                                                
            j)  JERUSALÉM: Localizada a uns 62 km ao leste do Mar  Mediterrâneo  e uns 25 km ao norte do Mar Morto. Era, e é formosa  de situação. Sl. 48:2.                                                  
            l)  HEBRON: Situada  a 32 km ao sul de Jerusalém, é uma  das cidades  mais  antigas do mundo, pois Abraão  e  Isaque  passaram grande  parte  de  suas  vidas  nas  vizinhanças  (  Gn.   13:18; 23:2;35:27),  e ali foram sepultados. Atualmente uma grande  mesquita ocupa o sítio. Foi de Hebreus que Jacó e sua família  partiram, indo ao Egito, e foi residência real de Davi por sete anos e meio,  quando  reinava apenas sobre Judá, e onde foi  ungido  rei sobre as tribos de Israel (II Sam. 2 : 11 ; 5 : 1- 5 ).A  população  é de quase 5.000 e todos os islamitas, pois a  cidade  atual pertence a Jordânia.                                                 
            m)  MÕNFIS: Ficava uns 16 km ao sul de Cairo na margem  ocidental  do rio Nilo. Nela José foi encarcerado mas  também  serviu como governador, e nela Moisés enfrentou Faraó. Era cidade grande e esplêndida, mas os profetas avisaram Israel a não confiar nela; outrossim  predisseram  a sua  destruição  (Is. l9:1-4;13; Jr.  46: 14,19;  Ez. 30:13,16).Foi completamente desolada, e as ruínas  aproveitadas  para construir Cairo cerca de 60 A.C. Escavações  modernas já revelaram sua grandeza e sua riqueza.                               
           
            II  - PANORAMA GERAL DA TERRA DA PALESTINA:                
            1- NOMES VÁRIOS APLICADOS A TERRA DA PALESTINA:
                a) Canaã  Gn. 11:13; 12:5; Lv. 15: 38.
                b) Terra dos Hebreus  Gn. 40: 15.
                c) Terra de Israel  I Sam. 13:l9.
                d) Terra de Judá   Is. 19:17.
                e) Terra Santa   Zc. 2:12.
                f) Terra de Jeová  Os. 9: 3
                g) Terra da Promessa Hb. 11:9

            2- INTERESSE PECULIAR DE DEUS NA PALESTINA
               A) ESCOLHIDA DIVINAMENTE: Dt. 32:8; Ez. 20: 6
               B) DOADA COMO DÁDIVA PERPÉTUA A ISRAEL : Jr. 25:5.
               C) TERRA QUE GOZA O CUIDADO ESPECIAL DO SENHOR : Dt. 11:12
            3- LIMITES DA TERRA ESCOLHIDA: Há duas ordens de limites, uma interna e outra externa, que abrange o passado e o futuro.
               A) PALESTINA PROPRIAMENTE DITA: ou a terra que foi dividida entre 12 tribos. Ocupa mais ou menos 31.000 km quadrados, isto é, a oitava parte do tamanho do estado de São Paulo ou seja,  menor que o estado do Espírito Santo.
               B) OS LIMITES MAIORES:
               1-  "... desde o rio do Egito ao grande rio  Eufrates"  . Gn. 15:18.
               2-  "... desde o deserto, desde o grande Líbano, desde  o  rio Eufrates até o mar Ocidental, será vosso termo". Dt. 11:24.
               3-  "... desde o mar Vermelho até o mar dos  Filisteus  e desde o deserto até o Eufrates". Ex. 23:31.
               4-  " ... desde o Eufrates até a terra dos  Filisteus   e até ao termo do Egito". II Cr. 9:26.

            4- DIMENSÕES PRINCIPAIS DA PALESTINA ( DAS TRIBOS):
     A linha litoral entre Gaza a Tiro é mais ou menos 176 km. De Tiro ao rio Jordão é de 40 km e de gaza ao mar morto, cerca de 96 km. A linha do rio Jordão desde o monte Hermon ao extremo sul, do Mar Morto é mais ou menos 240 km.

     5- OS MARES DA PALESTINA:                                              
            A) LAGO DE MERON: Atualmente chamado Hula, e tendo quase 5 km de  largura em terreno pantanoso. Fica uns 16 km ao norte do  Mar da  Galiléia. Realizou-se uma batalha histórica em suas  mediações (Js. 11:1-8).
            B)  MAR DA GALILÉIA: Que também tem os seguintes  nomes:  1) Mar  do Quinerete (Js. 13:27); 2) Lago de Genezaré ( Lc. 5:1) e  3) Mar  de Tiberíades (Jo. 6:1).O formato deste mar é  semelhante  a uma pêra invertida. Mede 21 por 11 km, e fica 216 m abaixo do  nível do mar.
            C) MAR MORTO OU SALGADO: Gn. 14:3 no vale de Sidim. Mede 74 por 16 km, e fica 400 m abaixo do nível do mar. Embora havendo no  mar da  Galiléia  uma  abundância de peixes, não  há  nenhum  no  mar morto. Um dia as águas ficarão saudáveis (Ez. 47:8-12).
            6-    DIVISÕES NATURAIS DA PALESTINA:
            a)  PLANÍCIE DO MAR: É arenosa e chata, sua largura varia  de 13 a 32 km.
            b) SEFELA OU COLUNA: São terras baixas de 90 a 150 m de altura e muito férteis ( Dt. 1:7; Js. 9:1).
            c) REGIÃO MONTANHOSA: É a espinha dorsal da terra, de 760  a 1.100m de altura
            d) O VALE DO JORDÃO:(Dt. 3:5), 22 km de largura, e 155 a  350 abaixo do nível do mar.
            e) MESA ORIENTAL: Que fica quebrada por montanhas, mesmo  assim possuindo terras boas para o gado. Nm. 32:1

            7- MONTANHAS PRINCIPAIS DA PALESTINA:
            A  Palestina é terra montanhosa; os seguintes picos  são  os principais:
            a)  MONTE HERMON: Que fica no canto nordestino da terra. É  o mais  alto dos montes da Palestina, e quase coroado com  neve. Tem 2.800m  de altura. É   provavelmente,    o    monte    da Transfiguração. Mt. 17:1.
            b)  MONTE  LÍBANO: Que fica a noroeste de Hermon  apenas  uma pequena distância fora da Palestina. Tem cerca de 3.000m de  altura,  é  famoso pelos cedros que ali se encontram.(I  Rs. 5:5;  Sl. 28;5).
            c)  OS CORNOS DE HATTIM: 180 m de altura; montanhas com  dois picos, situada 8 km a oeste do mar  da Galiléia. É o local  tradicional da chamada dos doze apóstolos, do Sermão da montanha, e  do aparecimento      de    Cristo    na    Galiléia    depois     da ressurreição. Lc. 6:12-19.
            d)  MONTE TABOR: Uns 19 km a sudoeste do Mar da  Galiléia,  e local da vitória de Débora.(Jz. 4:6).
            e) MONTE GILBOA: 543 metros de altura ao sul do Monte Tabor, uns 38 km, o local da morte do Rei Saul. I Sam. 31:1.
            f) MONTE CARMELO: Fica a oeste do mar da Galiléia e parte  do mar Mediterrâneo, era o local da vitória de Elias sobre os profetas de Baal ( I Rs. 18:7).
            g) MONTE EBAL: Localizado no centro da Palestina, e conhecido como monte da maldição (Dt. 11:29).Ali Josué edificou um  altar (Js. 8:30).
            h)  MONTE  GERIZIM: O monte  da bênção fica ao  sul  de  Ebal (Js. 8:30-33;  Dt. 11:29).Ao pé deste monte encontra-se o  Poço  de Jacó  ao nordeste (Jo. 4:5;6:20,21).Os samaritanos dirigiam  seus cultos neste monte.
            i) MONTE NEBO: Fica ao leste do extremo norte do Mar  Morto, distanciado  apenas 15 km. Foi neste monte que Moisés enxergou  a Terra  Prometida e ali morreu (Dt. 34:1,5). Tem 809m, de  altura, isto é, pouco mais alto que Jerusalém.
            j) MONTE DAS OLIVEIRAS: que fica apenas 800m a leste da área do  Templo  de Jerusalém, e uns 30m acima do ponto mais  alto  da cidade. Foi onde Cristo fez seu discurso profético (Mt. 24 e  25) e  onde subiu ao céu (At. 1:9-12) Descerá sobre o monte das  Oliveiras  ao voltar a terra (Zc. 14:4); O monte  dividir-se-á  (Zc. 14:8) e águas correrão de Jerusalém.
            l) MONTE HEBROM; Fica a 23 km ao sul de Jerusalém, e ao oeste do Mar Morto. Tem 915m de altura.

            8- AS PRINCIPAIS PLANÍCIES DA PALESTINA:
            a) PLANÍCIE DE SAROM: Vai de Jope em direção norte do Carmelo (Ct. 2:1; Is. 35:2).
            b) PLANÍCIE DO JORDÃO: Que abrange todos os lagos, o vale  e o  rio. Não é bem regada a não ser nas proximidades do  rio   nas cercanias do Mar da Galiléia.
            c) PLANÍCIE DE JERICÓ: Que é realmente uma extensão da  Planície do Jordão em direção ao Mar Morto no lago ocidental do  rio
Jordão. É fértil porém deserto na maior parte pela falta de água. Nas poucas localidades onde existe água, há palmeiras e fruteiras de clima subtropical.
            d) PLANÍCIE DO LÍBANO: Localizado entre o Líbano e as montanhas. Realmente não está dentro da Palestina, mas foi incluída no império de Salomão. Possui terra fértil, e mede 144 por 23 km.
            e)PLANÍCIE DE ESDRELON: De formato triangular, tendo no canto oriental o Monte Tabor, mede 23 km ao lado norte, 30 km ao  lado leste, e 32 km ao sudeste. A cidade de Nazaré dá para ela é a planície mais bela de toda Palestina. Tem sido um dos maiores campos de  batalha  do  mundo  (Jz. 4:13-19; 5:19;  II  Cr.  35:22;  Zc. 12:11)(Vale  do  Megido); e o será ainda quando Deus  ajuntar  as naç¨es  para  o grande julgamento (Jl. 3:2). Vale de  Josafá  (Mt. 25:31,32;16:13-16). Armagedom.

            III - A PALESTINA POLÍTICA:
            Trata da Palestina durante os diversos períodos  governamentais da história.
            1) PALESTINA PATRIARCAL: De Abraão a Josué.
            2)  PALESTINA TRIBAL: Desde a conquista da terra  sob  Josué ela foi dividida entre 12 tribos até o fim do período dos juízes.
            3) PALESTINA MONÁRQUICA: Desde o rei Saul até os cativeiros. Os  primeiros três reis (Saul, Davi e Salomão, o reino  ficou  em dois, Israel (10 tribos) e Judá (2 tribos).
            4) PALESTINA PROVINCIANA: Que abrange todo o período após os 70 anos do cativeiro de Judá.

            IV - CIDADES IMPORTANTES DOS EVANGELHOS:
            1)  BELÉM:  Situada a 10 km ao sul de Jerusalém, é  a  cidade natal  do  rei Davi e de Jesus Cristo. É importante  na  profecia  Bíblica  (Mq.  5:2) e a maior parte do livro de Rute a  tem  como cenário. Atualmente é ma pequena vila de 6.000 habitantes.  Católicos, Romanos, Gregos e Armênios possuem convento no local, e  a chamada Igreja da Natividade está construída sobre cavernas,  uma das  quais, provavelmente, é a estalagem onde nasceu Jesus.  Essa Igreja foi construída pela imperatriz Helena no ano 330 A.D.
            2) NAZARÉ: Localizada `a extremidade sul do Mar da  Galiléia a  meio  caminho do Mar Mediterrâneo. Situada no declive  de  uma colina  (Lc.  4:29),  dá  para planície de  Esdrelom  e  o  Monte Carmelo  .  Foi  aqui que o anjo Gabriel apareceu  à  Maria  (Lc. 1:26).De Nazaré, e foi aí que Jesus passou sua infância e  trabalhou como carpinteiro. Duas vezes pregou na Sinagoga de Nazaré  e duas  vezes  foi rejeitado. No século onze foi sede  de  bispado, porém no ano 1517 foi conquistada pelos turcos. Em 1799 os  exércitos de Napoleão acamparam perto da cidade. A população atual  é de aproximadamente 7.500 e cerca de dois terços são cristãos  nominais.  Ao lado da Igreja Ortodoxa Grega existe uma nascente,  a chamada  Cisterna de Maria, e até hoje as mulheres ainda  saem  a tarde para encher os seus cântaros.
            3) CANA: Fica a 8 km de Nazaré, que é a sua localização  tradicional.  É cercada de pomares de Oliveiras e outras  fruteiras. Usam-se ainda em Caná jarros de pedras calcáreas, e aos  peregrinos e turistas, alguns vasos são apresentados como os mesmos  que foram utilizados para levar o vinho milagroso (Jo. 2:1,12).
            4)  CAFARNAUM: Localiza-se a costa noroeste do Mar da  Galiléia foi uma das cidades altamente favorecida durante o  ministério  de Cristo, e de lá saía para suas viagens missionárias.  Mt. 11:23  era cidade orgulhosa e auto-suficiente, e por  isso  seria rebaixada até o inferno.
            5) SICAR: (Jo. 4:5,6) Situada a menos de 1 km do Poço de Jacó ao pé do Monte Ebal, tornou-se famosa pela visita que Cristo  lhe fez resultando num movimento religioso entre os odiosos samaritanos.
            6) BETSAIDA DE JÚLIA: Na costa noroeste do Mar da Galiléia , como Cafarnaum, cidade favorecida (Mt. 11:21,22).
            Para  escapar da ruindade do rei Herodes,  Jesus  retirou-se para esta cidade ( Lc. 9:9,10), e foi perto dela que ele alimentou os 5.000.
            7)  NAIM: Situada a 3,5 km ao sul do Monte Tabor. Foi o  local onde   pela   primeira   vez   Jesus   ressuscitou   alguém    da morte(Lc. 7:11,17).Atualmente é uma pequena vila, mas é bem provável  que nos dias de Jesus era bem maior. Nas colinas ao  lado  da vila (atual) há túmulos cortados nas rochas.
            8) CESARÉIA DE FILIPE: Localizada perto da cabeceira oriental do rio Jordão, também perto do Monte Hermom. Ficava pouco menos de 200  km ao norte de Jerusalém. Era cidade importante  nos dias  de Cristo, e merece menção pelos seguintes fatos:
            a) local onde Cristo provocou a confissão de Pedro;
            b) local onde Cristo falou pela primeira vez em sua Igreja;
            c) local onde primeiramente anunciou sua morte e  ressurreição;
            d) local onde anunciou a sua segunda vinda na glória de  seu Pai (Mt. 16: 13-17:8; II Pe. 1;16,18);
            9)  JERICÓ: Cerca  de 10 km ao note do mar morto e  perto  da margem ocidental do rio Jordão, era cidade de alguma  importância nos dias de Cristo. Foi por Ele visitada  em diversas ocasiões, uma vez  quando  esteve  na casa de Zaqueu, e quando  curou  o  cego (Mc. 10:46-52).A pequena cidade do N. T. ficava 2 km a sudoeste  da antiga cidade. Era local do palácio de inverno de Herodes o  Grande.
            10)  BETÂNIA: Aproximadamente 3,5 km ao sudeste de  Jerusalém  era  cidade natal  de Lázaro, Marta e Maria cujo lar  Jesus  frequentemente  visitava. Foi aqui que Jesus ressuscitou  Lázaro  dos mortos,     e     onde    foi    ungido    por     Maria     (Lc. 19:29; 24:50; Jo. 11:1, 18;12:1; Mc. 11:11).
            11) JERUSALÉM:
            a) DESTAQUES HISTÓRICOS E RELIGIOSOS DA CIDADE:
            É  a mais famosa cidade do mundo, tanto em sentido  político como  religioso. Repetidas vezes foi cercada e capturada,  e  duas vezes destruída. Era cena de uma boa parte do ministério de  Cristo, e nela foi crucificado e ressuscitado.
            b) NOMES DIVERSOS DA CIDADE:
            1- Salém Gn. 14:18;
            2- Jebus Js. 18:

            C) DIMENSÕES DA CIDADE:
            Ocupa  dentro das muralhas aproximadamente 10.000 m  quadrados. As  muralhas tem altura diversa, mas a média é de 10 m  e  de circunferência uns 3,8 km.

            d) LOCALIZAÇÃO E CLIMA DA CIDADE:
            Cerca de 53 km ao leste do Mar Mediterrâneo e 26 km ao oeste da extremidade norte do Mar Morto. O seu ponto mais alto é de  767 m. O  seu clima é algo semelhante ao da Capital do Estado  de  São Paulo.
            e)  POPULAÇÃO  DA CIDADE: No ano de 1923 a população  era  de 62.000  dos quis 34.000 era  judeus. Hoje (1968) a cidade  possui aproximadamente 100.000 habitante.

            f) ELEVAÇÕES PRINCIPAIS DA CIDADE:
            1) SIÃO: Que fica ao sudoeste;
            2) OFEL: ao lado sudoeste. Este se divide entre Ofel e Monte Moriá onde foram construídos os grandes templos, e atualmente,  o sítio  da mesquita de Omar. Era o lugar onde Abraão ofereceu  seu filho Isaque. Gn. 22.

            g) OS VALES DA CIDADE
            1) VALE DE CEDROM: situado ao sul e oeste (II Rs. 23:10) também chamado Gehenna, era lugar onde se queimava o lixo da cidade, daí  a existência de fogo constante, o que provocava as  palavras de  Jesus  quando falou do inferno, do fogo eterno,  a  expressão "Gehenna de fogo".... (Mt. 5:22; 10:28; Mc. 9:43) "Fogo inistingüível".
            3) VALE DE TIROPÉON: Que fica dentro da cidade entre as elevações ocidentais e orientais. Aliás, três vales se encontram  no canto sudeste do centro da cidade.

            h) ABASTECIMENTO DE ÁGUA NA CIDADE:
            1- Aproveitava-se as cisternas existentes desde os dias  remotos.
            2-  Havia também aquedutos ou condutores, como até o dia  de hoje.
            3- Existiam diversas fontes ou tanques de água, tais como:
            a)  TANQUE DE BETESDA: (Jo. 6:2-9) Que recebia suas águas  de uma nascente.
            b) TANQUE DE GIOM OU DA VIRGEM: Situado ao lado oriental  de Ofel e fora da muralha da cidade. Desta fonte o túnel de Ezequiel trazia água ao Tanque de Siloé, já dentro da cidade (II  Cr. 32:1-4; II Rs. 20:20).
            c) TANQUE DE SILOÉ: Situado ao pé do monte ao lado  sudoeste da parte murada da cidade (Jo. 9:7).
            d)  TANQUE DE AMIGDALOM OU DE EZEQUIAS: Situado ao norte  do palácio de Herodes e ao oeste do Templo.

            i) LOCALIDADES IMPORTANTES DA CIDADE:
            1- TORRE OU CASTELO DE ANTONIA: Situado ao noroeste do  Templo. Pensam alguns que teria sido o local do Pretório ou Tribunal de Pilatos (Jo. 18:28). foi neste local (fortaleza) que Paulo  foi preso e recolhido (At. 21:32-35).
            2-  PALÁCIO DE HERODES: Situado ao lado ocidental da  cidade alta.
            3- CASA DE CAIFÁS: Ao sul do Palácio de Herodes. Era o local do julgamento de Jesus.
            4- CASA DA ÚLTIMA CEIA: Ao sul da casa de Caifás.
            5- TÚMULO DE DAVI: Ainda mais ao sul e perto da porta Essência.
            6- JARDIM DE GETSÊMANI: Ao leste da área do Templo e ao leste do ribeiro Cedrom e ao pé das Oliveiras. Era o lugar da agonia, traição e prisão de Jesus.
            7-  GÓLGOTA OU CALVÁRIO: (Mt. 27:33; Lc. 23:3). Há  controvérsias  quanto à localidade exata, pois a mais conhecida fica  fora do muro secundário da cidade onde atualmente se encontra a Igreja do  Santo Sepulcro. Era esta localidade o sítio tradicional,  durante 16 séculos. Mais tarde em 1870, o General Gordon  identificou,  como sendo o "Lugar da Caveira". Fica ao norte da Porta  de Damasco, e perto da estrada que segue para a mesma.
            j)  JERUSALÉM DO FUTURO: Como Jerusalém, nenhuma  cidade  da Bíblia está tão relacionada com a profecia bíblica. Assim, a  Bíblia  prediz para ela dias gloriosos no futuro. Jerusalém,  antes das  suas glórias, será o objetivo das cobiças de  muitas  naç¨es (do Norte, do Sul, do Oriente e do Ocidente e a Besta ou o  homem da iniqüidade, pelas suas astúcias, conseguirá devolver a  cidade aos judeus e lhes construirá um santuário de Deus onde finalmente a segunda besta, o falto profeta levantará uma imagem a  primeira besta (II Ts. 2:3,4; Ap. 13). Isto resultará na quebra da  tribulação que terá duração de 3 anos em meio (Dn. 9:24-27). Mais uma vez a  cidade será sitiada (Zc. 12:1-5). A volta pessoal e visível  do Senhor  Jesus Cristo é que salvará a cidade e finalmente a  nação (Zc. 14:1-5; Rm. 11:25-27). haverá transformações geológicas e geográficas  (Zc. 14:4,8). E a cidade se tornará a capital do  grande Rei  dos reis (Mq. 4:1-3; Zc. 14:9) onde estará o seu trono  eterno (Is. 24:23; Lc. 1:31-33).

V - A GEOGRAFIA DOS LIVROS DE ATOS? EPÍSTOLAS E DO APOCALIPSE:
            1- PAÍSES REPRESENTADOS NO DIA DE PENTECOSTES:
(At. 2:9-11) Pátria, Média, Elão, Mesopotâmia, Judéia,  Capadócio, Ponto,  Ásia  (Menor), Frígia, Panfília, Egito, Líbia,  cirene  e Arábia.

            2- PAÍSES EM QUE FOI PREGADO O EVANGELHO ANTES DA VIAGEM  DE PAULO: (At. 11:19-20) Fenícia, Chipre, Antioquia da Síria.

3- PAÍSES E CIDADES DAS VIAGENS MISSIONÁRIAS DE PAULO:
            PRIMEIRA VIAGEM: Antioquia, Seleucia, Chipre, Salamina,  Pafos, Panfília, Perga, Antioquia, Icônio, Listra, Derbe (cidade de Licaonia), Atália e Antioquia. (At. 13:1-14:28).
            SEGUNDA  VIAGEM: Antioquia, Síria, Galácia,  Derbe,  Listra, Trôade, Samotrácia, Neapólis, Filipos, Anfípolis,  Apolônia,  Tessalônica, Beréia, Atenas, Corinto, Cesaréia, Jerusalém, Antioquia (At. 15:35-18:22).
            TERCEIRA VIAGEM: Antioquia, Galácia, Frígia, Éfeso,  Macedônia, Grécia, Trôade, Filipos, Assos, Mitilene, Quios, Samos,  Mileto,  Cós,  Rodes, Pátara, Tiro (Síria),  Ptolomaida,  Cesaréia, Jerusalém (At. 18:23- 21:17).
            VIAGEM A ROMA: Cesaréia, Sidom, Mirra, Mar Adriático, Enide, Malta, Siracusa, Régio, Putéoli, Praça de Ápio, Três Vendas, Roma (At. 27:1-25:16).

4- PAÍSES MENCIONADOS PELO APÓSTOLO PEDRO EM SUA PRIMEIRA CARTA:                                                        
            Ponto, Galácia, Capadócia, Ásia Menor e Bitínia (I Pe. 1:11).

5- CIDADES DAS SETE IGREJAS DA ÁSIA: (Ap. 1:9-23).
            Éfeso, Esmirna, Pérgamo, Tiatira, Sardes, Filadélfia e  Laodicéia.

6- OUTRAS: LOCALIDADES QUE APARECEM NO APOCALIPSE:
a) PATMOS: (Ap. 1:9)
b) EUFRATES: (Ap. 1:9).
c) BABILÔNIA: (Ap. 16:19; 17:18; 10:21) Há duas opiniões entre  os entendidos quanto a identificação da Babilônia.
            1-  Que a antiga Babilônia será reconstruída no  seu  antigo sítio para ser outra vez uma grande cidade geográfica conforme as descrições do Apocalipse.
            2- Que o apóstolo João usou o nome Babilônia como símbolo de Roma devido a sua situação de preso na ilha de Patmos, e que  revelado no Apocalipse é relacionado com o nome, seria  cumprimento tanto  religioso como político em Roma. Pelos acontecimentos  dos últimos 10 anos e com o surgimento do movimento ecumênico  (político e religioso), a última opinião parece ter fundamento.
            d)  MAGOGUE: (Ap. 20:8). Este nome se identifica  sempre  com geografia  (Ez. 28:1-3;  39:1). Assim, os quatro cantos  da  terra donde virão os exércitos satânicos, para a última revolta  contra a  cidade querida, é compreensível. Fogo dos céus os consumirá  e ao mesmo tempo, purificará a terra (II Pe. 3:10).

CONCLUSÃO:
            Assim  a geografia Bíblia pode ser concluída pelas  palavras de  II  Pe. 3:13. "Nós... esperamos novos céus e  nova  terra  nos quais habita a justiça".

                                    continua... 

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...